Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Descobrir Leiria

"Quando não se tem aquilo que se gosta, é necessário gostar-se daquilo que se tem" Eça de Queiroz

"Quando não se tem aquilo que se gosta, é necessário gostar-se daquilo que se tem" Eça de Queiroz

Festas do Bodo arrancam hoje em Pombal

As Festas do Bodo, em Pombal, acontecem a partir de hoje, dia 28, até dia 2 de Agosto.

Com dez espectáculos, todos de entrada livre e presença de artistas conhecidos no panorama musical nacional, várias exposições temáticas e muitas outras actividades culturais, desportivas e para crianças espalhadas pela cidade, Pombal prepara-se para acolher milhares de visitantes, muitos deles emigrantes que mantém as suas raízes no concelho.

Hoje, à noite, os cabeças de cartaz serão os Funkydunky, amanhã, dia 29, será a vez de os Amor Electro ocuparem o palco, no dia 30, Miguel Araújo, levará Pombal ao rubro, antes de, no dia 31, Agir ir “partir” alguns pescoços pombalenses, nas margens do Arunca. Marco Paulo, no dia 1, e Hora H, no dia 2, fecham os festejos.

 

 julho pombal

Fonte: Jornal de Leiria

 

Boas Descobertas!!!

Grandes Concertos no Teatro José Lúcio da Silva

Atenção aos concertos que se vão realizar no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, ainda este ano.

 

Ana Moura

Dia 13 de Outubro, pelas 21h30m

Preços: 25€ (bilhete normal)

               20€ (com desconto)

 

Dulce Pontes

Dia 21 de Outubro, pelas 21h30m

Preços: entre 20€ e 28€ (depende do lugar)

 

 

Pedro Abrunhosa + Orquestra Jazz de Leiria

Dia 18 de Novembro, pelas 21h30m

Preços: 17,50€ (bilhete normal)

                    14€ (com desconto)

 

 

João Gil & Ana Mesquita

Dia 1 de Dezembro, pelas 21h30m

Preços: 12,50€ (bilhete normal)

                    10€ (com desconto)

 

 

O melhor é comprar já o bilhete antes que esgote.

 

Boas Descobertas!!!

Mercado Medieval, em Leiria

O rei D. João I e o seu séquito assentam arraiais em Leiria de 22 a 24 de julho, para mais uma edição do Mercado Medieval que transporta a cidade para 1385, ano em que El Rey inicia a peregrinação a Santa Maria em Guimarães, em agradecimento pela vitória na batalha de Aljubarrota contra os castelhanos.


A passagem do monarca por Leiria fica marcada pela proclamação do perdão a todos os portugueses que contra ele combateram, um gesto de grande inteligência que acalma ansiedades e retira força a eventuais gestos de contestação futura.


É este o ambiente que se vai viver durante três dias em Leiria, que aclama, com uma grande festa, a chegada de D. João I, onde os visitantes poderão conviver com os personagens que constituíam a corte e habitavam na região naquela época.


Um salto no tempo que conta com a participação de centenas de figurantes, a quem cabe a missão de dar vida a cerca de meia centena de iniciativas, num programa que não se confina às muralhas do castelo, mas desce à cidade e vem ao encontro dos leirienses.


Os visitantes são desafiados eles próprios a encarnarem personagens daqueles tempos, da cabeça aos pés. Além do aluguer de trajes, é ainda possível usar penteados com história. Duas formas de encarnarem melhor a vivência medieval que vão ficar disponíveis no Largo de S. Pedro, já bem perto do castelo.

O programa
Vestidos ou não a rigor, os visitantes são convidados a prestarem vassalagem no dia 22, a partir das 20:45, na Praça Rodrigues Lobo, onde chegarão D. João I e o seu cortejo, que sobe em direcção ao castelo, onde o programa segue noite dentro.
No sábado, a cidade acorda em festa com a ilustre visita, e, durante a tarde, a partir das 15:30, sucedem-se as iniciativas (ver programai), na cidade e no castelo.
Teatro, combate de bombos, tiro com arco, taberneiros, meretrizes, espectáculo de fogo, demonstrações de armas, cetraria e uma ceia medieval são os destaques.
No domingo, a festa continua a partir das 15:30, para mais uma tarde de festa, a prepara a despedida a D. João I, que parte, às 18:30.
Os bilhetes para um dia têm o custo de 3,50 euros, sendo de 8 para os três dias (entrada gratuita para crianças até aos 10 anos, inclusive). Locais de venda: Teatro José Lúcio da Silva, Teatro Miguel Franco e Castelo de Leiria. Venda online: www.teatrojlsilva.pt

Mapa:

http://www.cm-leiria.pt/uploads/writer_file/document/2150/15_MERCADO_MEDIEVAL_MAPA_1400x850_s_.pdf

Programa:

http://www.cm-leiria.pt/uploads/writer_file/document/2141/Programa_Mercado_Medieval.pdf

Em Julho há Música no Mosteiro da Batalha

O mês de Julho chega recheado de concertos e outras actividades no Mosteiro da Batalha.

Só concertos são oito programados para diversos espaços do monumento, com destaque para as Capelas Imperfeitas, palco privilegiado para várias actuações, algumas incluídas no Youth Lisbon Music Fest.

Nota também para o concerto nocturno em vários espaços do Mosteiro da Batalha, uma proposta do Zêzere Arts, agendada para dia 27.

Em paralelo há diversas actividades, como as Conferências do Mosteiro e as visitas Mosteiro Revisitado.

Todas as actividades têm entrada livre. As visitas guiadas estão sujeitas a inscrição e algumas estão já esgotadas (informações: telefone 244 765 497 ou e-mail geral@mbatalha.dgpc.pt).

Programa para Julho de 2016 no Mosteiro da Batalha:

Dia 2
16 horas, auditório do Mosteiro
CONFERÊNCIAS DO MOSTEIRO 2016
"O coração ao longo da (nossa) história: da poesia à cirurgia", com Manuel Antunes

Dia 3
12 horas, igreja do Mosteiro
Concerto coral com Coro Queen's College Oxford (maestro Owen Rees)

15 horas
MOSTEIRO REVISITADO 2016
Visita guiada "A cerca conventual"

Dia 9
14h30
MOSTEIRO REVISITADO 2016
Visita guiada ao mosteiro e terraços sobre "O sistema hidráulico" do Mosteiro da Batalha,

Dia 10
15 horas, igreja do Mosteiro
Concerto coral com ensemble Catholic Central High School London, do Canadá

Dia 16
21h30, Capelas Imperfeitas
Concerto com coro Ninfas do Lis e Orquestra Ars Lusitanae (maestros Mário Nascimento e Alberto Roque)

Dia 17
17 horas, Capelas Imperfeitas
Concerto Mayo Youth Orchestra (Irlanda), incluído no Youth Lisbon Music Fest

Dia 21
16 horas, Capelas Imperfeitas
Ensaio aberto do Coro do Festival Zezere Arts

21h30, Capelas Imperfeitas
Concerto da Winterthurer JugendSinfonieOrchester (Suiça), incluído no Youth Lisbon Music Fest

Dia 23
17 horas, Capelas Imperfeitas
Concerto do Hong Kong Children’s Choir (Hong Kong), incluído no Youth Lisbon Music Fest

Dia 27
22 horas, ao longo do mosteiro
Concerto(s) Noturno(s) Sons e Ecos na Noite do Mosteiro, incluído no Festival Zêzere Artes

Dia 30
15 horas, Capelas Imperfeitas
Concerto do Estágio Internacional de Orquestra (maestro Jean-Sébastien Béreau)

Fonte: Região de Leiria

Boas Descobertas!!!

Cinema Vadio. Uma sala de cinema aberta a todos à beira do Lis

A sala de cinema de Leiria à beira rio reabre este sábado. “Mad Max: Estrada da Fúria” é o filme escolhido para a estreia da segunda edição de Cinema Vadio, festival que quer tornar especiais as noites de verão do Julho leiriense.

No fresco e verdejante Jardim da Vala Real - entre a antiga EDP e a nova ponte pedestre sobre o Lis -, o festival arranca a todo o gás, com o mais recente filme da saga Mad Max. Até ao final do mês há filmes para muitos gostos: do divertido “Ovelha Choné” ao surpreendente “Bestas do Sul selvagem”, nomeado para quatro Óscares.

“Tentámos apresentar uma escolha ecléctica, capaz de chegar a diversos públicos”, explica Nuno Granja, da associação ecO, que organiza o Cinema Vadio, em coprodução com o Teatro José Lúcio da Silva. A opção vai ao encontro do desejo de “proporcionar à cidade uma sala de cinema aberta a todos”, superando dificuldades a nível orçamental e de distribuição comercial dos títulos.

Levar o cinema ao ar livre é uma ambição antiga da ecO. Em 2015 surgiu a primeira edição de Cinema Vadio e a receptividade foi muito boa. Por isso, este ano o festival cresceu: além das quatro datas em Leiria, há uma extra na Praia do Pedrógão (a 20 de Agosto) e uma aposta na programação paralela.

“A reacção dos espectadores foi fantástica, e os sorrisos são o primeiro indicador de uma iniciativa bem conseguida”. Para Nuno Granja, a aproximação à natureza proporcionada pelo Jardim da Vala Real “é algo que deixa intrinsecamente as pessoas mais descontraídas e potencia uma relação com o cinema completamente diferente”.

A entrada no Cinema Vadio é livre, mas como as noites podem ficar húmidas e frias, a organização recomenda ao público que leve manta (e agasalhos) para cada sessão, além “da sua boa disposição e vontade de passar um animado final de tarde e noite connosco”, sublinha Nuno Granja. “Nós oferecemos o relvado e o filme, nesta sala de cinema que criámos para Leiria”.

Em 2015 foi assim. Cinema Vadio volta ao Jardim da Vala Real em 2016 (fotografia: Joaquim Dâmaso)

 

13510802_1131828633545263_6052969340987201461_n

Fonte: Região de Leiria

Boas Descobertas!!!

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D